top of page
  • Foto do escritorRedação Belterra

Novos modelos produtivos são a aposta para valorizar o trabalho rural

No episódio 1 da série Impacto Verde um bate-papo sobre restauração e preservação ambiental com Valmir Ortega da Belterra

Redação Aupa | Ouça aqui o primeiro episódio da série Impacto Verde


“Não se faz restauração de milhões de hectares apenas com fiscalização e multa. É preciso induzir aos agricultores a novos processos.”

Conhecimento técnico, investimento e abordagem comercial. São as três grandes barreiras para o pequeno agricultor na visão da Belterra, empresa que atua com assistência técnica, fintech e cooperativa.


“Jovens estão deixando o meio rural por não verem mais sentido em reproduzir o modo de produção dos pais. Mas isso não seria necessário se houvesse acesso a oportunidades de geração de renda e qualidade de vida superiores”.

Valmir Ortega, fundador da Belterra, enxerga na aceleração desse processo a melhor forma de conter a evasão rural, reconectar gerações e, assim, atingir os objetivos da empresa.


Valmir atuou no setor público como subsecretário de meio ambiente em Mato Grosso do Sul (MS); no ministério federal do meio ambiente (durante a gestão de Marina Silva), foi diretor de ecossistemas no IBAMA. Voltou ao MS, como secretário e, em 2010, atuou no time da Conservação Internacional, em Brasília. Hoje mora e trabalha em Curitiba.


Para Valmir, as cooperativas representam o ponto em comum entre as agroflorestas bem sucedidas.

“Como aceleradora, ao final da nossa permanência no território, esperamos que ele esteja mais resiliente e fortalecido estruturalmente”.

Para saber mais sobre o trabalho de Valmir Ortega e da Belterra, puxe seu banquinho e venha conosco na estreia da nova série do Aupacast! Ouça aqui.



Perfil do Empreendedor


Nome: Valmir Ortega.

Negócio: Belterra.

O que (o negócio) faz: promoção de sistemas agroflorestais (SAF) e silvipastoris.

De onde é: Rondônia, Pará, Bahia e Minas Gerais.

Quando começou: 2019.

Principal tema da conversa: a atuação em múltiplos segmentos como forma de combater o desmatamento de maneira ampla e completa.

Soluções buscadas: possibilidades de financiamento, assistência técnica para a implantação, inteligência de mercado e garantia de escoamento da produção.

Kommentare


bottom of page